Você pode sair pra brincar?

Escreva um comentário

Vamos lembrar

Tenho certeza que assim como eu, você já parou para relembrar momentos de sua infância, e que sente falta dessa época. 
Como era bom acordar e correr para ver desenhos na televisão sábado de manhã, dormir no sofá e acordar surpreendentemente em sua cama. 

Fazer desenhos abstratos que seus pais certamente diziam ser obras primas, correr atrás dos colegas e dividir o lanche na hora da merenda. 

Você se lembra como era acordar e sua única preocupação ser quais brincadeiras faria naquele dia? Se lembra como era usar roupas escolhidas por sua mãe e ser carregado nos ombros de seu pai? 

A pureza e inocência da infância era tão  bonita, a simplicidade de tampas e potes se tornarem uma bateria, ou com algumas dobraduras do papel se fazer um avião ou um foguete. 

É triste ver como tudo isso se tornou desinteressante aos olhos das crianças de hoje, todas se preocupam em ter o brinquedo mais caro, em ter celulares modernos que enchem de jogos,querem crescer e deixar logo a vida de criança rápido demais.

O mas triste talvez seja que eles nunca conhecerão o prazer de sair para brincar com os amigos na rua, e chegar em casa com os pés encardidos. 

Isso nos faz pensar em como é importante preservar essa pureza, inocência e simplicidade, como deve ser estimulada as brincadeiras, e o quanto é importante interagir com as crianças. Porque quando chegarem na fase adulta, serão capazes de construir um futuro melhor para seus filhos, espelhado no que aprenderam em sua própria infância.

Foto ilustrativa por  JoaRosa 

0 comentários:

Postar um comentário